Produtos
Professor Gretz
Bassos & Associados
Norber
Apdata

Publicidade


Publicidade
Banner p e n

Blogs

Gestão & Pessoas

Maria do Rosário M. da Silva

Coaching & Mentoring

Marcos Wunderlich

Juntando os Pontos

Nelson Chapira e
Erika Knoblauch


No Tom do RH

Tom Coelho


Publicidade


Sucesso na empresa familiar



A habilidade de um país capitalista de apoiar a formação de novas e pequenas empresas familiares dá força e flexibilidade para ele. Nos Estados Unidos da América, as empresas familiares têm contribuído substancialmente para fortalecer a economia. Por exemplo, elas representam mais de 95% de todas as empresas, geram metade do PIB, empregam mais da metade da população trabalhadora e criam quase 80% dos novos postos de trabalho.

 

Infelizmente, no Brasil, de cada três empresas familiares, duas não chegarão à próxima geração. Elas são freqüentemente associadas a um modelo em vias de extinção e a um mau exemplo para o mundo de negócios.

 

Entretanto, as vantagens de trabalhar em uma empresa familiar são muitas: é um excelente treinamento no espírito empresarial; a autoridade é bem definida e respeitada, reduzindo os conflitos de poder e o clima de desconfiança. Há mais união, mais flexibilidade, melhor comunicação, mais envolvimento pessoal, mais agilidade, maior humanismo e mais estabilidade. Essas vantagens somadas ao fato de que o número de empresas familiares crescerá, fazem com que existam muitas oportunidades para colaboradores que não são membros da família.

 

Por fim, enxergo a empresa familiar com bons olhos, mas, como tudo, é uma via de duas mãos e metade do sucesso depende da sua responsabilidade.

 

David James Drake é gerente Geral da Spartan do Brasil Produtos Químicos do Brasil.

3215


ESTE É UM PRODUTO DA FÊNIX EDITORA - TEL: 11 5585-9400 - contato@rhcentral.com.br Copyright - RHCentral - Todos os direitos reservados